O impacto da Ansiedade na saúde psíquica do indivíduo

Em minha prática clínica me deparo com muitos casos de pessoas que sofrem com excesso de ansiedade em sua vida cotidiana.
O estado ansioso nos estimula e impulsiona a tentar realizar e resolver uma situação, pode ser benéfico, dependendo da intensidade e das circunstâncias. Porém tornar-se patológico, isto é, prejudicial ao nosso funcionamento psíquico (mental) e somático (corporal) quando em excesso nos imobiliza a realizar determinada ação.
Há pessoas que se sentem ansiosas a maior parte do tempo, sem nenhuma razão aparente, deixando de realizar práticas cotidianas como andar de elevador, dirigir automóveis, pegar ônibus, etc, pois se sentem aflitas e angustiadas sem entenderem ao certo o porquê. Nesses momentos são encaminhadas a Psicoterapia, com o objetivo de tentarem compreender o que está acontecendo em suas vidas.
Os transtornos da ansiedade têm sintomas muito mais intensos do que aquela ansiedade normal do dia a dia. Eles aparecem como:

.Preocupações, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar)
.Sensação contínua de que um desastre ou algo muito ruim vai acontecer
.Preocupações exageradas com saúde, dinheiro, família ou trabalho
.Medo extremo de algum objeto ou situação em particular
.Medo exagerado de ser humilhado publicamente
.Falta de controle sobre pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade
.Pavor depois de uma situação muito difícil.

Vivemos em uma sociedade que estimula o consumo desenfreado, metas absurdas a serem cumpridas nas empresas, além da pressa que é algo comum nas ruas, as pessoas mal se olham, mal se falam, todos estão correndo, tudo é para ontem. Com isso os consultórios médicos e psicológicos lotam de indivíduos insatisfeitos e adoecendo por ansiedade.
É fundamental tratar os transtornos de ansiedade com a associação muitas vezes do médico psiquiatra e do psicólogo concomitantemente para se obter o sucesso do tratamento.
Há casos em que somente com a psicoterapia há a melhora dos sintomas ansiosos, por isso deve ser feita uma adequada avaliação do quadro apresentado por cada indivíduo.
A maior parte das pessoas com ansiedade começa a se sentir melhor e retoma as suas atividades depois de algumas semanas de tratamento porém é fundamental fazer o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento o quanto antes.

2